verona

Novembro, 2017 | escrito por Carla

Eu amo a Itália! Meu sonho é viajar durante meses de carro (ou motorhome) pra conhecer cada cantinho do país! Quem já viu minha #wishlist aqui no site percebeu. Parece que você está em outro século, cada cantinho tem uma surpresa, a comida é divina, tudo é incrível!

Verona não é diferente! Fica às margens do Rio Ádige, e o que mais gostei nessa cidadezinha (que estava ainda mais linda no outono) foi andar e me perder pelas ruelas! Esbarramos com frequência em passagens quase secretas, túneis, becos, praças e restaurantes super fofos. 

QUANDO IR e quanto tempo ficar

As meias-estações, pra mim, são os melhores meses. Em especial setembro e outubro (outono) ou abril, maio e início de junho (primavera).

 

Julho e Agosto são meses em que a Europa fica lotada por causa do alto verão, e, no inverno, faz bastante frio.

As meias-estações deixam as cidades mais vazias e com temperaturas mais amenas (além do plus de ver a coloração do outono ou da primavera, lindo de morrer!)

Sugiro no mínimo 2 dias para bater perna pela cidade.

onde ficar

Minha dica é se hospedar perto da Arena e fazer tudo a pé. 

Nós ficamos em uma hospedaria chamada Lady Verona. O lugar atraiu o Dani porque tinha uma vista bem legal para o Rio Ádige. Era confortável, perto de tudo, mas sem café da manhã. Pagamos EUR 99 por 1 diária (novembro de 2017).

onde comer

Café da manhã no Antica Gelateria Vittoria: lugar simples, perto do nosso hotel, comemos sanduíches de presunto cru e cappuccinos deliciosos. Não achei o link do lugar pra compartilhar aqui, mas talvez pelo nome e localização você o encontre por lá.

 

Uma dica é tentar não comer de frente pra Arena. Se você é carioca, uma comparação rápida seria comer na Av. Atlântica, onde os restaurantes são maiores e mais caros (voltados aos turistas). Como dar conselho é mais fácil do que cumprir, a gente acabou comendo em um chamado Emanuel Café S.R.I (sim, na Arena): uma pizza e um polvo deliciosos! 

 

Sorvete: Não importa a estação, tome sorvete na Itália! Experimentamos um muito bom ao lado da Biblioteca Civil, não anotei o nome da sorveteria, mas #ficaadica.

o que fazer

A Casa di Giulietta (inspirada na História de Shakespeare) também é bem famosa. Apesar de ser pura ficção, a casa tem uma sacada (onde Romeo subia para ver sua amada), e os turistas reuniram vários pedidos ao longo dos anos na entrada, seja em formato de bilhete post-it, fechando cadeados no portão ou marcando o nome do casal nas paredes.

 

castelvecchio e ponte scagliero

Ficava pertinho do nosso hotel, às margens do rio Ádige.

 

Mesmo sem entrar em nenhum museu, a cidade carrega muita história! O castelo e a ponte, medievais, formam uma das passagens mais importantes por cima do rio Ádige. Super bonito atravessar por ali.

 

arena

Um anfiteatro romano na praça principal de Verona. Recebe alguns concertos e óperas que atraem muita gente, mas vale a visita mesmo quando não está tendo nada (é até melhor). Parece que você está em um filme!

 

Em frente à Arena, existem restaurantes e espaço de circulação de pedestres. É bem movimentado e gostoso de caminhar.

 

giardino giusti

Um jardim lindo com uma vista bem legal da cidade (lá do alto), pinheiros bem grandes dando um ar imponente à entrada, um castelo e um mini labirinto. Vale a pena ir andando até lá para ir conhecendo os cantinhos da cidade, depois entrar e curtir os jardins.

piazza del erbe

É a praça de referência. Onde fica o Palazzo della Ragione e a Torre dei Lamberti (maior torre da cidade, com uma vista panorâmica que dizem ser bem legal, mas acabamos não subindo). Quando fomos estava rolando uma feirinha de rua.

 

Posts relacionados: